O presidente da Comissão Política Distrital de Portalegre do PSD, Cristóvão Crespo, manifestou hoje apoio a Paulo Rangel para a liderança do partido, considerando que o candidato poderá “tirar” o país do “impasse” provocado pelo PS.
“O PSD com Paulo Rangel vai tirar o país do impasse em que o PS e os parceiros de extrema-esquerda o colocaram”, escreveu Cristóvão Crespo, numa publicação na sua página pessoal na rede social Facebook.
O antigo deputado à Assembleia da República, eleito nas listas do PSD pelo círculo eleitoral de Portalegre, de 2009 a 2019, explicou ainda que decidiu tornar pública a sua opção em relação às eleições internas no PSD por um “imperativo de consciência” e pelo “desafio” que os militantes do partido vão ter pela frente.
“Chegado ao dia de hoje é imperativo de consciência expressar, publicamente, a minha opinião a propósito do desafio que está colocado a todos os militantes do PSD. Prezando sempre a tomada de decisão em liberdade e sem qualquer condicionamento, a opção tem que ser votar em Paulo Rangel”, pode ler-se na publicação.
Cristóvão Crespo, que foi também Governador Civil do distrito de Portalegre, de 2002 a 2005, termina a sua publicação afirmando que, com Paulo Rangel, o PSD “está de volta”.
As eleições diretas para presidente da Comissão Política Nacional do PSD estão marcadas para sábado e são candidatos o atual presidente Rui Rio e o eurodeputado Paulo Rangel.
Também o ex-candidato do PSD à Câmara de Alenquer, Nuno Miguel Henriques, manifestou intenção de disputar a liderança do PSD.
O prazo para a apresentação de candidaturas para as diretas do PSD termina hoje e estas têm de ser acompanhadas de 1.500 assinaturas e de uma moção de estratégia global.
O 39.º Congresso do PSD está agendado para entre 17 e 19 de dezembro em Lisboa.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Universidade de Évora vai ‘ganhar’ mais 105 camas com apoio do PRR

Mais 105 camas de alojamento estudantil vão ‘nascer’ na Universidade de Évora (UÉ), para u…