O efeito que a gigante norte-americana Amazon provocou na Plataforma Logística de Badajoz fez com que mais de 90% dos terrenos disponíveis junto à Estrada de Campo Maior estejam já vendidos, reservados ou apalavrados.
Segundo o jornal diário HOY, na sua edição online, esta zona específica da plataforma logística despertou o interesse de outras empresas que querem instalar-se nas imediações da Amazon, cujas obras de construção do centro de distribuição já são notórias no local.
“Existem onze investimentos previstos na plataforma, contando com Amazon, Talgo e Phi4Tech e dois que são públicos”, pode ler-se na publicação. Esta dezena de projectos esgotam praticamente o terreno disponível que corresponde a 132 hectares.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Pedro Trindade Sena
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Portalegre: PSP detém homem por cultivo e tráfico de estupefacientes

Um homem, de 34 anos, foi hoje detido por suspeita da prática de cultivo e tráfico de estu…