Um homem, de 57 anos, foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por suspeitas de ter efectuado um disparo com arma de fogo contra o carro de um sobrinho, em Estremoz, revelou à agência Lusa fonte policial.
Segundo a fonte da PJ, o caso ocorreu na madrugada de domingo, dia 24, na via pública, no concelho de Estremoz, e foi motivado por “desavenças familiares” entre o detido, um homem de 57 anos, e um sobrinho, de 28 anos.
Em comunicado, a Polícia Judiciária indicou que, após perseguição automóvel, o arguido “disparou um tiro contra a parte lateral traseira do lado do condutor do veículo da vítima”, alegadamente com “intuito de o atingir”.
O homem, mecânico de automóveis, sem antecedentes criminais, foi detido por elementos da Unidade Local de Investigação Criminal (ULIC) de Évora da PJ pela “presumível autoria de um crime de homicídio qualificado na forma tentada”, adiantou.
De acordo com a PJ, o detido ainda vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coacção.

SM // RRL
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Covid-19: Mais 22 mortos e 5.649 infectados, maior número de casos desde Fevereiro

Portugal regista hoje mais 22 mortos por Covid-19 e mais 5.649 infecções com o vírus da do…