Vinte e duas pessoas da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) de Elvas, estão infectadas com covid-19, confirmou esta quinta-feira a instituição.
Dos 22 infectados, 16 são utentes e 6 são colaboradores do lar residencial, estando a maioria “assintomática ou com sintomas ligeiros, como febre baixa e perda de paladar”, informou Luís Mendes, presidente da APPACDM de Elvas.
As autoridades de saúde efectuaram um total de 54 testes PCR.
Nos próximos dias haverá repetição de testes e a vigilância do estado de saúde dos utentes está a ser acompanhada em permanência, segundo referiu a instituição, tendo sido activado o plano de contingência elaborado para responder à pandemia.
Os utentes positivos foram “isolados”, enquanto os funcionários, cujo teste foi igualmente positivo, estão confinados no domicílio.
Luís Mendes elogiou “o esforço e dedicação de todos os funcionários” da casa, deixando ainda uma mensagem a todas as instituições para que “continuem a ter cuidados redobrados” face à covid-19 pois “a pandemia ainda não acabou”.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Pedro Trindade Sena
Carregar mais artigos em Covid-19

Veja também

Legislativas: Helena Neves encabeça lista da CDU no distrito de Portalegre

A Coligação Democrática Unitária (CDU) escolheu a bióloga Helena Neves para ser a cabeça d…