O «Processo de confecção do Tapete de Arraiolos» já se encontra inscrito no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial tendo todo o processo contado com o acompanhamento e parecer favorável da Direcção Regional de Cultura do Alentejo (DRCAlentejo).
O Anúncio n.º 204/2021, que torna pública esta inscrição, na sequência do Despacho da Direcção – Geral do Património Cultural, foi publicado dia 14 de Setembro. 

A DRCAlentejo tem trabalhado em conjunto com o Município de Arraiolos neste processo, e participado, entre outras iniciativas,
no recente congresso internacional organizado pela Universidade de Évora e Município sobre a arte têxtil e o tapete de Arraiolos. Têm também sido promovidas diversas iniciativas entre as quais exposições, conferências e workshops que visam a divulgação desta arte e a sensibilização para este património. 

A inscrição do «Processo de confecção do Tapete de Arraiolos» no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial responde a critérios relativos à importância da manifestação do património cultural imaterial enquanto reflexo da identidade da comunidade em que esta tradição se originou e se pratica. A produção e reprodução que caracterizam esta manifestação do património cultural na actualidade traduz -se em práticas transmitidas intergeracionalmente no âmbito da comunidade de artesãs e artesãos do tapete de Arraiolos, com recurso privilegiado à oralidade e à observação e participação directa, conforme se pode ler na proposta que obteve o parecer favorável da Direcção Regional de Cultura. 

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Mudança do estado tempo em Portugal Continental

Mudança do estado tempo em Portugal Continental …