O Tribunal Judicial de Portalegre decretou a prisão preventiva dos dois suspeitos de tráfico de droga detidos na quarta-feira, dia 28, pela GNR, no concelho de Marvão, disse fonte daquela força de segurança.
A mesma fonte indicou à agência Lusa que os dois homens, de 23 e 28 anos, foram conduzidos ao Estabelecimento Prisional de Elvas, onde vão aguardar o desenrolar do processo.
Os dois suspeitos foram presentes quinta-feira ao Tribunal Judicial de Portalegre para primeiro interrogatório judicial.
Em comunicado enviado à agência Lusa, o Comando Territorial de Portalegre da GNR revelou que os suspeitos foram detidos por militares do Posto Territorial de Marvão, no distrito de Portalegre, tendo os militares apreendido 1.660 doses de canábis e 164 de haxixe.
A GNR explicou que, no decorrer de uma acção de policiamento e fiscalização rodoviária direccionada para a detecção de tráfico de estupefacientes, os militares da Guarda depararam-se com dois homens que tinham droga na sua posse, procedendo às detenções.
Além das 1.660 doses de canábis e das 164 doses de haxixe, os militares apreenderam um veículo, uma faca borboleta e dois telemóveis.

TCA // MLS
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

AHRESP defende criação de apoios para vítimas dos incêndios

AHRESP defende criação de apoios para vítimas dos incêndios …