A candidata da coligação PSD/CDS-PP, Paula Calado, vincou que “um excelente resultado será ganhar a Câmara”, deixando para segundo plano a sondagem divulgada hoje pelo jornal Linhas de Elvas e realizada pela Eurosondagem.

“Isto não interessa como começa, interessa como acaba. A coligação está muito focada naquilo que é a sua missão de oferecer uma alternativa para Elvas”, começou por dizer a candidata.

Paula Calado garante que, depois de revelados ontem os resultados dos Censos2021, “ainda mais me custa acreditar que venha a ser este o desfecho”, sublinhou, referindo-se às projecções do estudo de opinião que colocam Nuno Mocinha e Rondão Almeida em melhor posição para vencer a Câmara de Elvas.

“Eu não sou apologista, mas também não sou contra as sondagens. Entendo que elas existam, mesmo pela expectativa que se cria em relação aos resultados. Às vezes têm um efeito perverso, às vezes têm um efeito benéfico, quer para quem é favorecido nas sondagens, quer para quem não é”, explica.

Os resultados da sondagem “não correspondem minimamente ao que são as expectativas face às autárquicas e absolutamente contrário àquilo que vejo, ouço, leio e falo com as pessoas”, assegura.

A candidatura da coligação PSD/CDS-PP pretende contrariar os resultados da sondagem de modo a evitar uma situação “em que ficaria tudo na mesma”. O ritmo de acções da candidatura vai “aumentar”, justificando a candidata que “agora é que chegou o momento” para alcançar e manter o foco na obtenção de “um excelente resultado”.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Pedro Trindade Sena
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Elvas: São Mateus 2021 assinalado com cerimónias religiosas e música alentejana

A edição 2021 das festas em honra do Senhor Jesus da Piedade, em Elvas, contou hoje com um…