O primeiro-ministro anunciou hoje que as medidas no âmbito da pandemia de covid-19 vão passar a ter uma dimensão nacional, deixando de existir restrições em função da situação de cada concelho.
“Vamos deixar de aplicar medidas diferenciadas em função da situação em cada concelho e as medidas passarão a ter uma dimensão nacional”, disse António Costa, na conferência de imprensa do final do Conselho de Ministros sobre o novo plano de desconfinamento.
O primeiro-ministro avançou que há três fatores que justificam esta dimensão nacional, designadamente a taxa de vacinação, que “é hoje sensivelmente homogénea em todo o território nacional”, a atual variante delta, que “é predominante” em todo o país e a entrada num período “de grande mobilidade inter-concelhia e inter-regional, em particular devido às férias”.
“Portanto, faria pouco sentido essa diferenciação em função dos municípios”, precisou.

CMP // ZO
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Covid-19

Veja também

Alentejo: Processo de confecção do Tapete de Arraiolos no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial

O «Processo de confecção do Tapete de Arraiolos» já se encontra inscrito no Inventário Nac…