O presidente da Câmara Municipal de Elvas, Nuno Mocinha, reconheceu que o facto de o município ter entrado para a lista de concelhos em risco muito elevado “é muito mau para a economia”, pelo que “temos de sair rapidamente desta situação”.
“Para além daquilo que é o normal funcionamento dos comércios, da restauração e da hotelaria, que se vêem agora afectados, também as pessoas que eventualmente gostassem de vir a Elvas acabam por evitar”, lamentou.

Ainda de acordo com o autarca, “só há uma forma de sair rapidamente desta situação”, que é “ter menos casos que aqueles que temos tido nos últimos 15 dias”. Assim sendo, Nuno Mocinha deixou um apelo à população no sentido de “aplicar todas as medidas na íntegra”, esperando mesmo que haja “uma pró-actividade de todos”, ou seja, “que continuassem a usar a máscara, que não se encontrassem com muita gente ao mesmo tempo, que respeitassem o distanciamento, que higienizassem as mãos com frequência e que, acima de tudo, evitassem comportamentos de risco”.
Recorde-se que o concelho de Elvas está sujeito às seguintes regras:

  • Limitação da circulação na via pública a partir das 23h00.
  • Restaurantes podem funcionar até às 22h30. Às sextas-feiras a partir das 19h00 e aos sábados, domingos e feriados durante todo o dia, o acesso a restaurantes para serviço de refeições no interior está permitido apenas aos portadores de certificado digital ou teste negativo. A limitação do número do número de pessoas por mesa mantém-se: máximo de 4 pessoas por mesa no interior e de 6 pessoas por mesa na esplanada;
  • Exigência de teste negativo ou certificado digital para o acesso a estabelecimentos turísticos e de alojamento local;
  • Teletrabalho obrigatório quando as atividades o permitam;
  • Espetáculos culturais até às 22h30;
  • Casamentos e batizados com 25 % da lotação;
  • Comércio a retalho alimentar até às 21h00 durante a semana e até às 19h00 ao fim de semana e feriados;
  • Comércio a retalho não alimentar e prestação de serviços até às 21h00 durante a semana e até às 15h30 ao fim de semana e feriados;
  • Permissão de prática de modalidades desportivas de médio risco, sem público;
  • Permissão de prática de atividade física ao ar livre até seis pessoas e ginásios sem aulas de grupo;
  • Eventos em exterior com diminuição de lotação, a definir pela DGS;
  • Lojas de Cidadão com atendimento presencial por marcação.
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Nuno Barraco
Carregar mais artigos em Covid-19

Veja também

Covid-19: Três novos casos em Elvas

O concelho de Elvas registou, nas últimas 24 horas, três novos casos de pessoas infectadas…