Um homem, com 43 anos, ponderou lançar-se, esta madrugada, do topo do Aqueduto da Amoreira, em Elvas, mas acabou por ser resgatado com vida pelas autoridades, confirmou fonte policial.
De acordo com o comissário Rui Massaneiro, comandante da PSP de Elvas, o incidente ocorreu por volta da meia-noite desta sexta-feira, tendo a operação de resgate finalizado às 1:50h.
“O cidadão subiu pelos andaimes da obra de restauro do monumento. O motivo à partida seria no sentido de chamar a atenção e uma possível tentativa de suicídio”, explicou.
A delicada operação de resgate envolveu elementos da polícia e dos bombeiros. Dois soldados da paz subiram à estrutura da obra para demover o homem dos intentos, o que foi conseguido com sucesso.
“O indivíduo foi assistido no local e transportado ao Hospital de Santa Luzia, onde ficou sob observação e permanece internado”, precisou o comandante da PSP.
O Aqueduto da Amoreira, em Elvas, no distrito de Portalegre, que se estende por uma extensão de cerca de oito quilómetros, comporta um conjunto de diversas galerias, que numa primeira zona são subterrâneas e ao nível do terreno são formadas por quatro arcadas sobrepostas, apoiadas em pilares quadrangulares e fortalecidas por contrafortes semicirculares, perfazendo uma altura de 31 metros.
O imóvel, classificado como Património Mundial pela Unesco e monumento nacional, foi mandado construir por D. João III, em 1537.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Pedro Trindade Sena
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Sugestões para uma escapadinha turística em Elvas

A cidade de Elvas e as suas fortificações comemoram este ano o 10.º aniversário da classif…