Mais de 30 artistas de oito países participam na 4.ª edição do Festival Internacional de Palhaças “Bolina”, que vai decorrer em Castelo de Vide, no distrito de Portalegre, a partir de segunda-feira, revelou a organização.
O festival, promovido pela Descalças – Cooperativa Cultural, com o apoio da câmara municipal alentejana, tem também como objetivo levar até à comunidade de Castelo de Vide “afetos e mensagens de outra humanidade”, disse à agência Lusa a diretora, Maria Simões.
“Acreditamos que outras coisas valem muito a pena e não aquilo que nos ‘entra’ diariamente pela televisão. Rir vale muito a pena”, tal como “olhar o mundo com um olhar mais positivo, mais de paz, alegria e união”, argumentou a responsável do “Bolina”, vincando que essa “é a mensagem” que o festival quer passar.
O certame, que se realiza até ao dia 13, inclui espetáculos e iniciativas em escolas, lares de idosos, centros de dia, bem como deslocações a domicílios de pessoas que vivem isoladas socialmente e que estão identificadas pela Segurança Social.
De acordo com o programa, entre segunda e quinta-feira decorrem oficinas de formação na Sociedade 1.º de Dezembro, com a artista americana Hilary Chaplain, e no Cineteatro Mouzinho da Silveira, com a artista brasileira Patrícia Ubeda.
A abertura oficial do festival acontece na quinta-feira, às 15:00, no Jardim Grande, seguindo-se, duas horas mais tarde, a exibição do filme documentário “À Bolina”, na Igreja de São João Batista, que servirá de sede deste evento.
Ao início dessa noite, às 19:00, tem lugar a Gala da União das Palhaças em Portugal, cerimónia agendada para o cineteatro.
Um desfile de palhaças por largos, praças e ruas da vila alentejana, às 12:00 de sexta-feira, é outro dos destaques da programação.
Nesse mesmo dia, estão anunciados também dois espetáculos, mais precisamente “A Visita do Chico”, de Radarani Oliveira (Brasil/Portugal) e destinado ao público escolar e sénior, no Jardim Grande (14:30), e outro intitulado “Donna Quixota”, de Pina Polar (Polónia/Portugal), no cineteatro (19:00).
“Momento Absurdo” é o título do espetáculo, da portuguesa Tânia Safaneta, previsto para a Praça 25 de Abril, às 16:00 do dia 12, sendo que, às 19:00, o cineteatro é “palco” da Gala Internacional de Palhaças.
Esta gala vai contar com a presença de artistas oriundas de França, Estados Unidos da América, Itália, Israel/Alemanha e Colômbia.
No último dia do festival, dia 13, pelas 16:00, o Jardim Garcia d´Orta recebe o espetáculo “Heart of a Clown”, de Catarina Mota, e, uma hora mais tarde, no Parque Malato Beliz, decorre o espetáculo “Holiday on Delay”, de Jay Toor (Israel/Alemanha).
O espetáculo “Com amor, papel manteiga e marcador”, de Susana Cecílio, é o escolhido para fechar esta 4.ª edição do Festival Internacional de Palhaças “Bolina”, novamente no Cineteatro Mouzinho da Silveira, às 19:00.

HYT // RRL
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Comendador Rui Nabeiro recebe Globo de Ouro

O Comendador Rui Nabeiro foi agraciado com um Globo de Ouro. …