Dois dos órgãos setecentistas da Igreja de S. Francisco, em Évora, construídos por Pascoal Oldovino, vão ser tocados no concerto “A ópera na liturgia portuguesa do século XIX”, este sábado, com a participação da Capella Patriarchal.
A estreia moderna de “Noa para a Festa da Ascensão”, obra eborense atribuída a Joaquim Espanca (1839-1896), marca também este concerto promovido pelo PASEV – Patrimonialização da Paisagem Sonora em Évora e pela Direção Regional de Cultura do Alentejo, com o apoio da Igreja de S. Francisco.
O espetáculo, de órgão e canto, é protagonizado, a partir das 18 horas, pelo agrupamento Capella Patriarchal (2006), conduzido por João Vaz e acompanhado por Sérgio Silva.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Elvas: Câmara abre concurso para 15 assistentes operacionais

A Câmara Municipal de Elvas deliberou, na reunião do executivo municipal, na passada quart…