A cidade de Elvas vai representar Portugal no Projecto-Piloto Internacional UNESCO, sobre os Indicadores Temáticos para a Cultura, que envolve outros cinco países (Burkina-Faso, Costa Rica, Marrocos, Roménia e Vietname), anunciaram o Ministério da Cultura, a Comissão Nacional da UNESCO e a Autarquia elvense.
O Projecto-Piloto “Indicadores Temáticos para a Cultura na Agenda 2030” terá a duração de 12 meses e culminará com a apresentação de resultados no Fórum Político de Alto Nível, que se realizará em 2022, em Nova Iorque.
Os Indicadores Temáticos da UNESCO para a Cultura na Agenda 2030 correspondem a um quadro de indicadores organizados em quatro dimensões: Ambiente e Resiliência; Prosperidade e Condições de Vida; Conhecimentos e Competências; e Inclusão e Participação.
Ao longo dos próximos meses, o GEPAC e a cidade de Elvas, conjuntamente com os peritos da UNESCO, vão desenvolver um trabalho com o objectivo de medir e monitorizar o progresso da contribuição da cultura para a implementação dos Objectivos e Metas da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.
“Colocar a Cultura no centro das políticas de desenvolvimento sustentável constitui um investimento essencial no futuro e um requisito para alcançar processos de globalização que tomem em consideração o princípio da diversidade cultural”, referem os promotores.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Nuno Barraco
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Raide Hípico de Santa Eulália homenageia cavaleiro Jaime Magarreiro

O Raide Hípico de Santa Eulália “Luís Tello Barradas”, prova organizada pela Associação Hu…