O exercício internacional NATO Tiger Meet (NTM), adiado em 2020 devido à evolução da pandemia de covid-19, realiza-se este mês, em Beja, com a participação de mais de 1.000 militares e 57 aeronaves.
O NATO Tiger Meet 2021 vai decorrer, a partir de domingo e até 14 de maio, na Base Aérea N.º 11, em Beja, divulgou hoje a Força Aérea Portuguesa (FAP), que organiza o exercício através da Esquadra 301 – “Jaguares”.
Esta edição do NTM deveria ter-se realizado entre os dias 10 e 21 de maio de 2020, mas foi, inicialmente, adiada para julho do mesmo ano e, posteriormente, para 2021, devido à pandemia de covid-19.
Criado pela NATO Tiger Association, o NTM é realizado anualmente e envolve esquadras de voo de várias nações que têm um tigre (“tiger” em inglês) como símbolo, com o objetivo de promover a cooperação e interoperabilidade entre as Forças da NATO e membros da Parceria para a Paz.
Segundo a FAP, a edição 2021 do exercício internacional conta com a participação de oito esquadras ‘Tiger’ de seis países (Portugal, Grécia, Holanda, Itália, Polónia e Suíça) e da NATO e de três esquadras de voo da França e dos Estados Unidos da América, envolvendo mais de 1.000 militares e 57 aeronaves.
Esta vai ser a quarta vez que a Força Aérea organiza o NTM, depois das edições de 1987, 1996 e 2002.
Através da Esquadra 301, no cômputo das edições, a FAP foi distinguida com o troféu ‘Silver Tiger’ em 1980, 1985, 2011 e na anterior edição, em 2019, que decorreu em Mont-de-Marsan, em França.
Devido à pandemia de covid-19, entre outras medidas, vão ser realizados testes antigénios semanais a todos os militares participantes para “garantir um ambiente seguro” para o desenvolvimento das operações aéreas, indicou a FAP.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Elvas: Autocarro ‘preso’ junto à Capela de Nossa Senhora da Nazaré

Um pesado de passageiros ficou hoje preso na entrada do estacionamento junto à Capela de N…