As obras da Colecção António Cachola, em depósito no Museu de Arte Contemporânea de Elvas, vão integrar próximas exposições nacionais e internacionais.

Esta “viagem” permite dar seguimento à política de promoção de Elvas no circuito das obras de arte.

A obra, atualmente exposta no Paiol Nossa Senhora da Conceição, dos artistas João Pedro Vale e Nuno Alexandre Ferreira, “Vadios”, será transportada, no dia 3 de Maio, para integrar uma exposição em HDK-Valand Academia de Arte e Design, uma das mais prestigiadas instituições de arte contemporânea na Europa, situada na Alemanha (Munich).

A obra “Noiva”, da artista Joana Vasconcelos,  será recolhida, a 21 de Maio, para integrar a exposição “Tudo o que eu quero – Artistas portuguesas de 1900 a 2020”, a decorrer na Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, de 1 de junho a 23 de agosto de 2021.

Os Municípios de Sines e Torres Vedras irão organizar exposições dedicadas, exclusivamente, à Coleção António Cachola:

Centro de Artes de Sines – “Linha do Tempo (obras da Coleção António Cachola)”, curadoria do Arquiteto Ricardo Pereira, patente de 10 de julho a 10 de outubro de 2021.

Paços Galeria Municipal de Torres Vedras – “Entre Paredes: Futuros (Obras da Coleção António Cachola)”, curadoria de Sara Antónia Matos, patente de 26 de setembro até final de dezembro de 2021.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Festival do Crato regressa de 23 a 27 de Agosto

Os artistas Matias Damásio e Chico da Tina foram os últimos nomes confirmados para o Festi…