A quarta e última fase do plano de desconfinamento prevê o regresso dos grandes eventos exteriores e dos interiores (em grupo com diminuição da lotação) e o levantamento das restrições horárias dos restaurantes, cafés e pastelarias, que têm de limitar a seis o número de pessoas nas mesas, no interior, e a 10, nas esplanadas. O regresso de todas as modalidades desportivas e da atividade física ao ar livre e nos ginásios, bem como dos casamentos e batizados, embora com apenas 50% da lotação, constam também do plano.

As medidas de desconfinamento das restrições tomadas para conter a pandemia de Covid-19 deveriam entram em vigor na segunda-feira, dia 3 de maio, já fora do período do estado de emergência, que termina na sexta-feira e não será prolongado, por decisão do Presidente da República.

No entanto, o jornal Público adianta que o Governo de António Costa pode até nem esperar por segunda-feira e decidir avançar com a nova fase de desconfinamento já este fim de semana.

É uma antecipação de 48 horas, mas que pode permitir aos restaurantes voltarem a servir almoços e jantares na esplanada e a grupos de quatro pessoas no interior já este fim de semana, como reclama a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP).

Fonte: TSF

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por João Alves e Almeida
Carregar mais artigos em Covid-19

Veja também

Luísa Moreira vence eleições na Santa Casa da Misericórdia de Portalegre

Luísa Moreira vence eleições na Santa Casa da Misericórdia de Portalegre …