Cerca de 170 mil professores e funcionários das escolas, em todo o país, receberam a primeira dose da vacina contra a covid-19 entre sábado e domingo, depois de o processo ter sido adiado uma semana devido a novas restrições.

O Centro de Negócios Transfronteiriço, em Elvas, foi palco do processo de vacinação dos docentes que leccionam nas escolas do concelho.

Os professores e funcionários das escolas que não foram incluídos no processo de vacinação contra a covid-19 devido a uma falha vão sê-lo “a partir desta semana”, garantiu ontem o coordenador da ‘task force’ do plano de vacinação.

“Ninguém está esquecido. Se houve professores e auxiliares que não foram incluídos por falha de processo, serão novamente incluídos dentro do processo de vacinação normal e com a mesma prioridade que têm agora”, disse o vice-almirante Henrique Gouveia e Melo no final de uma visita ao centro de vacinação de Gondomar, no distrito do Porto.

Reportagem na próxima edição impressa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Pedro Trindade Sena
Carregar mais artigos em Covid-19

Veja também

Elvas: Inauguração de novo museu sofre terceira alteração de data

A inauguração do Museu de Arqueologia e Etnografia "António Tomás Pires", em Elvas, foi re…