Os concelhos de Alandroal e Beja, no Alentejo Central e no Baixo Alentejo, estão entre sete localidades que continuam com a incidência de novos casos de covid-19 acima de 120 casos por 100 mil habitantes.

Estes concelhos, onde se incluem também Albufeira, Carregal do Sal, Figueira da Foz, Marinha Grande e Penela, mantêm as regras de desconfinamento da fase actual por terem “duas avaliações sucessivas em situação de risco”.

Em pior situação está Moura, no Baixo Alentejo, que continua acima dos 240 casos por 100.000 habitantes, o que significa que volta às regras da fase anterior do desconfinamento, ou seja, com restrições mais apertadas face ao momento actual.

Em idêntica situação a Moura encontram-se as localidades de Odemira, Portimão e Rio Maior que também vão regressar na segunda-feira às regras que vigoravam no continente português antes do atual processo de desconfinamento, devido à evolução da covid-19, anunciou hoje o primeiro-ministro.

“Não basta não passarem para a fase seguinte [do desconfinamento], é necessário que recuemos para o conjunto de regras que vigoravam antes do último desconfinamento”, afirmou António Costa, numa conferência de imprensa após uma reunião do Conselho de Ministros, em Lisboa.

Na prática, referiu, nestes quatro concelhos, “têm de encerrar na próxima segunda-feira” ginásios, museus, galerias de artes e espaços semelhantes, tal como as lojas entretanto abertas voltam a poder funcionar apenas com venda ao postigo e também as esplanadas voltam a fechar.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Pedro Trindade Sena
Carregar mais artigos em Covid-19

Veja também

Badajoz: Corpo de mulher retirado das águas do Guadiana

Uma mulher, de 61 anos, foi retirada do rio Guadiana este domingo, 17 de Outubro, junto à …