A Casa Abelha, de Manuel João Cândido Abelha, continua a representar as Tintas CIN, mas agora numa nova morada. A celebrar 34 anos de existência, o estabelecimento comercial apresenta-se em espaço amplo e arejado na Rua de Madrid, no Bairro Europa, em Elvas.

Desde 1987 que a Casa Abelha é uma loja especializada em tintas com produtos diversificados e de qualidade destinados ao sector da pintura para uso doméstico e industrial.
O empresário Manuel João Cândido Abelha, de 59 anos, acaba de inaugurar as novas instalações no início do mês de Março, com o objectivo de reforçar o crescimento do negócio, mas também a qualidade de exposição dos produtos que ganham, assim, maior visibilidade no novo espaço.
Segundo o empresário elvense, a vantagem dos actuais 157 metros quadrados, área que dispõe na nova loja para exposição de produtos e armazém, está na disposição dos produtos, que é mais amiga do cliente, e na ampla montra que torna o espaço mais visível. Foi Elisabete, esposa de Manuel João, que tomou a iniciativa de ligar para o número que indicava disponível para venda o novo local da loja. O acordo, mas de arrendamento, foi concretizado com sucesso.
Outro trunfo é a facilidade de acesso para os clientes adquirem tintas comparativamente com o centro histórico. O estacionamento à porta e na envolvente do edifício, localizado muito próximo da Farmácia Europa, é mais apetecível para quem compra latas de tintas, produtos pesados e difíceis de deslocar se a distância for longa.
A Casa Abelha é o epicentro de tudo aquilo que se relaciona com a pintura. O comprador dispõe de soluções para pinturas de exterior e interior, desde a tinta mais económica ao topo de gama da marca CIN, onde se incluem as referências Nováqua e Cináqua.
A loja dedica também uma parte a acessórios de pintura e uma pequena área de drogaria com produtos de limpeza e aqueles materiais próprios, por exemplo, para tapar buracos ou fazer pequenas reparações.
Uma máquina de afinação de tinta, que Manuel João Abelha sempre disponibilizou aos clientes na sua loja, é uma mais-valia e uma ajuda para quem pretende ver concretizada uma ideia que tem em mente para a pintura que deseja. O aparelho, de dimensões e peso generosos, pode afinar todo o tipo de tinta e vernizes. “A pessoa chega à nossa loja, escolhe a cor que pretende e afina-se qualquer cor. Há catálogos para ajudar nas referências, se a pessoa trouxer uma ideia do que pretende podemos afinar a tinta na hora”, explica o empresário.
Um edifício no Largo das Portas do Sol, junto à Igreja da Sé, no centro histórico, acolheu mais de três décadas a Casa Abelha.
“Comecei primeiramente, durante seis meses, numa zona de garagem e só depois a casa do lado ficou vaga. Aluguei os dois espaços à senhoria e fiquei com a porta com mais visibilidade para o lado da igreja”, recorda o comerciante.
A evolução dos tempos, como refere, foi sempre favorável até ao eclodir da crise de 2008. O negócio caiu um pouco nessa altura e, recentemente, Manuel João nota que as pessoas estão “mais renitentes” em ir ao centro da cidade. “Possivelmente porque fora dela as acessibilidades são melhores… não digo que a zona histórica não tenha futuro, mas para este tipo de negócio essa questão é fulcral porque os produtos são pesados”, refere.
Ao sair da cidade, a Casa Abelha ganhou também uma montra, um detalhe inexistente no antigo espaço por ser, no fundo, uma casa de habitação adaptada a loja.
A pandemia provocou alguma “retracção” da parte do público em geral, exceptuando o período do primeiro confinamento em que as pessoas, “assustadas em casa”, tiveram intenção de ocupar o tempo com pinturas, reconhece o empresário que, por outro lado, admite que a construção civil “não parou”.  Os meses de maior negócio na comercialização de tintas centra-se no período entre os meses de Abril e Outubro.
Manuel João Abelha está convicto de que a mudança de local “facilita a vida a toda a gente”, aguardando que a população “corresponda” a esta aposta da empresa, justificando que “a cidade já merecia ter uma casa assim”.
Para contactar a Casa Abelha ligue para o número fixo 268 629 149 ou para o móvel 966 191 034. Se preferir peça mais informações para o email: mjcabelha1962@gmail.com

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Presidente da República inaugura 37ª Ovibeja, que decorre em versão digital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai presidir, no dia 22 de Abril, pela…