O professor aposentado Carlos Abafa, que integrou o Conselho Directivo da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Instituto Politécnico de Portalegre (IPP), morreu em Monchique, no Algarve.

“O IPP e a sua ESTG tornam público o sentido pesar pelo falecimento do Prof. Carlos Abafa, que entre 1993 e 2005 deu um contributo inestimável para o crescimento e afirmação da Escola e do Instituto”, pode ler-se na nota de pesar do Politécnico de Portalegre.

Nascido em 1945, o professor Carlos Abafa integrou o primeiro Conselho Diretivo eleito da ESTG-IPP. Na área do conhecimento em que se destacou (o Design), coordenou o processo de criação da licenciatura bietápica em Design de Comunicação e Técnicas Gráficas, que entrou em funcionamento em 1998, como resultado da reorganização do curso de bacharelato em Engenharia da Comunicação e Técnicas Gráficas.

Mais tarde, veio também a coordenar a conversão da licenciatura bietápica na licenciatura em Design de Comunicação, que se iniciou no ano de 2002, um curso que se mantém ainda hoje com essa designação na oferta formativa da ESTG-IPP.

O professor Carlos Abafa foi também coordenador da área de Design na ESTG-IPP durante um período de cerca de oito anos, até ao momento da sua aposentação, em 2005. Enquanto docente, lecionou as unidades curriculares de Edição Eletrónica, Desenho e Projeto.

Já numa fase final da sua vida profissional e da ligação que manteve com a ESTG-IPP, participou na adaptação da licenciatura em Design de Comunicação no âmbito do designado Processo de Bolonha e na criação da licenciatura em Design e Animação Multimédia.

Num texto datado de 2016, por ocasião dos 25 anos de criação do curso de bacharelato em Engenharia da Comunicação e Técnicas Gráficas, o Prof. Carlos Abafa escreveu: “Reconheço o valor intrínseco dos alunos que frequentaram e responderam ao muito trabalho e à exigência de qualidade. (…) criativos, inovadores, abnegados, trabalhadores e, sobretudo, interessados pela profissão. Reconheço igualmente, o valor dos docentes que primaram pela excelência do conhecimento e pela exigência do trabalho realizado.”

Também o Politécnico de Portalegre e a Escola Superior de Tecnologia e Gestão reconhecem o elevado valor do professor Carlos Abafa e os muitos ensinamentos que deixou aos estudantes e colegas que, com ele, tiveram o privilégio de conviver.

“O IPP e a ESTG apresentam à família do professor Carlos Abafa e aos seus amigos mais próximos sentidas condolências. Faleceu longe, mas a sua memória irá perdurar connosco em Portalegre”, conclui.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Três crianças com vómitos ficaram internadas “por precaução” no hospital de Beja

Das 42 pessoas que deram entrada hoje nas urgências do hospital de Beja devido a vómitos, …