A PSP de Portalegre autuou uma mulher que vendia artigos de roupa na sua residência e um grupo de oito pessoas que se preparava para comprar artigos reservados através da Internet, anunciou hoje aquela força policial.
Em comunicado, o Comando Distrital da PSP de Portalegre explica que a situação ocorreu na terça-feira, “por volta das 16:00”, tendo sido detetada no âmbito de uma operação de fiscalização das normas do estado de emergência em vigor.
De acordo com o comunicado, os polícias daquele comando detetaram um grupo de oito pessoas, na rua de uma urbanização, que se preparava para comprar várias peças de roupa que “haviam sido reservadas, momentos antes”, através das redes sociais.
“Embora as ditas pessoas cumprissem com o distanciamento recomendado pelas autoridades de saúde, encontravam-se em clara violação ao dever geral de recolhimento”, pode ler-se no documento.
No decorrer da ação, a PSP autuou as oito pessoas e “determinou” o seu regresso ao domicílio.
“A venda da roupa foi também interrompida e a sua autora, uma mulher de 36 anos de idade, que se preparava para efetuar a transação comercial no interior da sua residência, devidamente autuada, por incumprimento da suspensão de atividade económica”, acrescentam.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Presidente da República inaugura 37ª Ovibeja, que decorre em versão digital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai presidir, no dia 22 de Abril, pela…