Portugal tem hoje apenas três concelhos em risco extremo de infeção e 14 em risco elevado, segundo os dados da Direção-Geral da Saúde (DGS) hoje divulgados.
No grupo do risco extremo de infeção estão os concelhos de Manteigas, com 1.896 casos por cem mil habitantes, Arronches, com 1.773 e Resende com 1.421.
Os dados reportam a um período de incidência cumulativa a 14 dias entre 10 e 22 de fevereiro.
Em risco elevado estão os concelhos de Aljustrel, Arraiolos, Lamego, Rio Maior, Barrancos, Câmara de Lobos, Castanheira de Pera, Sobral de Monte Agraço, Castro Verde, Coimbra, Ferreira do Alentejo, Penela, Ponta do Sol e Vila Nova de Cerveira.
Na nota explicativa dos dados por concelhos é referido que a incidência cumulativa “corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada”.
Há uma semana Portugal tinha 15 concelhos em risco extremo de infeção, o que já representava uma descida significativa relativamente às semanas anteriores.
No início de fevereiro Portugal chegou a ter quase 76% dos concelhos em risco extremo devido ao número de casos de covid-19.
Onze concelhos tiveram zero casos de infeção: Angra do Heroísmo, Lajes das Flores, Porto Santo, Povoação, Santa Cruz da Graciosa, Santa Cruz das Flores, Nordeste, Corvo, Velas, Vila Franca do Campo e Vila Velha de Ródão.
Portugal registou hoje 34 mortos relacionadas com a covid-19 e 394 novos casos de infeção com o novo coronavírus, o valor mais baixo de casos desde setembro, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).
Os valores de hoje são semelhantes aos registados em outubro, no que respeita às mortes, quando foram notificados 33 óbitos no dia 29 desse mês e a setembro, no que se refere aos novos casos, com o registo de 388 a 08 de setembro.
Relativamente aos óbitos, os números têm vindo a descer, tendo-se registado no passado sábado um valor igual ao de 29 de outubro (33).
O boletim da DGS revela também que estão internados 2.167 doentes (mais dois do que no domingo), dos quais 469 em cuidados intensivos, menos 15.
Os casos ativos em Portugal continuam a registar uma diminuição, com 68.370 casos ativos hoje, menos 898.
Desde março de 2020, Portugal já registou 16.351 mortes associadas à covid-19 e 804.956 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2.
As autoridades de saúde têm em vigilância 41.227 contactos, menos 4.187 relativamente ao dia anterior, mantendo-se a tendência decrescente desde o dia 30 de janeiro.
De acordo com os últimos dados da Direção-Geral da Saúde, Portugal tem atualmente 868.951 pessoas vacinadas: 603.585 com a primeira dose e 265,366 com a segunda dose.
Das 34 mortes registadas nas últimas 24 horas, 15 ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo, 10 na região Centro e nove na região Norte.
Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificadas mais 238 novas infeções, contabilizando-se até agora 304.772 casos e 6.846 mortes.
A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.531.448 mortos no mundo, resultantes de mais de 114 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.
A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Covid-19

Veja também

Presidente da República inaugura 37ª Ovibeja, que decorre em versão digital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai presidir, no dia 22 de Abril, pela…