A GNR detectou uma propriedade no concelho do Crato que possuía ilicitamente espécies cinegéticas em cativeiro, tendo constatado que permaneciam naquele terreno dois veados, três gamos e três muflões.
O Comando Territorial de Portalegre da GNR explica, em comunicado, que esta situação foi detectada na quinta-feira, dia 25, pelo Núcleo de Protecção Ambiental (NPA).
“No decorrer de uma acção de fiscalização para a prevenção e detecção de situações ilícitas, os militares da Guarda apuraram que a propriedade detinha em cativeiro dois veados ‘Cervus elaphus’, um macho e uma fêmea, três gamos ‘Dama dama’, um macho e duas fêmeas, e três muflões ‘Ovis orientalis’, um macho e duas fêmeas”, pode ler-se no documento.
A GNR elaborou um auto de contraordenação por detenção de espécies cinegéticas em cativeiro sem a devida licença, que foi remetido ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Presidente da República inaugura 37ª Ovibeja, que decorre em versão digital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai presidir, no dia 22 de Abril, pela…