Portugal vai receber na próxima semana duas equipas médicas da França e do Luxemburgo, um “importante apoio” no tratamento de doentes de covid-19 em hospitais com elevada pressão de cuidados intensivos, anunciou o Ministério da Saúde.
“O Ministério da Saúde aceitou a oferta de ajuda dos governos luxemburguês e francês para apoio ao tratamento de doentes covid-19 em Portugal”, adiantou o gabinete de Marta Temido em comunicado.
Segundo a mesma fonte, a equipa do Luxemburgo, constituída por dois médicos e dois enfermeiros, vai apoiar o serviço de medicina intensiva do Hospital do Espírito Santo de Évora, enquanto o médico e os três profissionais de enfermagem franceses vão trabalhar no Hospital Garcia de Orta, em Almada.
“As equipas deverão chegar na semana de 15 de Fevereiro, prevendo-se uma estadia de 15 dias”, referiu o Ministério da Saúde, ao salientar que esta ajuda “constitui um apoio importante a dois hospitais que têm vindo ainda a sentir uma elevada pressão ao nível dos cuidados intensivos”.
Além destas duas equipas, já está em Portugal uma equipa médica militar alemã que começou a tratar os primeiros pacientes na segunda-feira.
Constituída por 26 profissionais de saúde, entre os quais seis médicos, que trouxeram também 40 ventiladores móveis e 10 estacionários, 150 bombas de infusão e outras tantas camas hospitalares, a equipa de militares germânicos chegou a Portugal a 3 de Fevereiro e ficou instalada no Hospital da Luz, em Lisboa.

PC (JGS) // ZO
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Covid-19

Veja também

Presidente da República inaugura 37ª Ovibeja, que decorre em versão digital

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai presidir, no dia 22 de Abril, pela…