A Direcção da Organização Regional de Portalegre (DORPOR) do PCP revelou que o serviço de atendimento até aqui prestado pela Guarda Nacional Republicana (GNR) no Posto de Galveias encerrou na passada sexta-feira, dia 5, na sequência das medidas de contingência assumidas pela GNR no contexto da pandemia de Covid-19.
Posto isto, a DORPOR do PCP reclama do Governo, nomeadamente do Ministério da Administração Interna, e demais entidades competentes a reversão deste tipo de medidas, tendo em consideração “a necessidade de garantir os serviços de proximidade às populações do interior, concretamente o serviço de segurança, e evitar novas necessidades de deslocação neste tempo de pandemia a pessoas com fracos recursos”.
“Trata-se de mais um sinal preocupante do abandono do interior e dos seus problemas, resultado das políticas de direita por parte do Governo e de reafirmação da sua política de concentração, que promovem o despovoamento destes territórios que já possuem muito baixa densidade populacional. Sendo poucos ou muitos os habitantes destes territórios, têm direito e merecem ser respeitados”, refere em comunicado.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Nuno Barraco
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Raide Hípico de Santa Eulália homenageia cavaleiro Jaime Magarreiro

O Raide Hípico de Santa Eulália “Luís Tello Barradas”, prova organizada pela Associação Hu…