O novo Centro de Saúde do Crato abre portas na terça-feira, após um investimento de cerca de 880 mil euros, anunciou hoje a Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA).
Em comunicado, a ULSNA explica que as novas instalações vão permitir “melhores condições de trabalho” para os profissionais, “mais qualidade” no atendimento e uma “melhor acessibilidade” dos utentes, estando a estrutura igualmente preparada para dar uma “resposta mais adequada” ao contexto da pandemia.
“A obra e equipamento teve um custo total de cerca de 880 mil euros, com a comparticipação da Comunidade Europeia de 75% e o restante suportado pelo município de Crato em 7,5% e pela ULSNA em 7,5%”, pode ler-se no documento.
Contactado pela Lusa, o presidente da Câmara do Crato, Joaquim Diogo, considera que a abertura deste equipamento vai colocar aquele concelho “ao nível” dos outros municípios vizinhos, na área da saúde.
“Vamos passar de uma fase em que nós não tínhamos um edifício que correspondesse à necessidades do concelho e, de uma vez por todas, vamos ter um edifício que responde, com todo o conforto, com todas as condições às necessidades do concelho”, disse.

HYT // MCL
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Nova directora do museu de Évora tem como “primeira luta” mais pessoal e orçamento

A nova diretora do Museu Nacional Frei Manuel do Cenáculo (MNFMC), em Évora, assumiu que a…