As forças de segurança vão ter mais visibilidade na via pública e reforçar a sua ação fiscalizadora por determinação do Governo que hoje decidiu reforçar algumas medidas adotadas no período de confinamento devido à covid-19.

“Às forças de segurança, e muito especialmente à PSP, foi determinado uma maior visibilidade da sua presença na via pública, designadamente nas imediações dos estabelecimentos escolares, de forma a serem um fator de dissuasão para impedirem ajuntamentos que são uma ameaça à saúde pública”, afirmou o primeiro-ministro, no final de um conselho de ministros extraordinário no qual foram reforçadas algumas medidas para combater a covid-19.

Na área do trabalho, onde o teletrabalho é obrigatório, António Costa disse também que a fiscalização por parte da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) irá reforçar a sua ação fiscalizadora.

Portugal contabilizou hoje 167 mortes, um novo máximo de óbitos em 24 horas relacionados com a covid-19, e 6.702 novos casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

O boletim epidemiológico da DGS revela também que foram ultrapassados os cinco mil internamentos hospitalares por covid-19, estando 5.165 pessoas internadas, mais 276 do que no domingo, das quais 664 em unidades de cuidados intensivos, ou seja, mais 17.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Covid-19

Veja também

Desempenho da Internet móvel é pior nas zonas rurais em Portugal continental

O desempenho da Internet móvel é pior nas áreas predominantemente rurais de Portugal conti…