Dois polícias da Esquadra de Competência Territorial de Portalegre foram alvo de várias agressões – socos e pontapés – ao tentar pôr cobro a uma desordem ocorrida na noite de 14 de Janeiro, cerca das 22,50h, num bar da cidade, tendo mesmo necessidade de receber tratamento hospitalar, não carecendo, no entanto, de internamento.
De acordo com a PSP, no seguimento de uma denúncia apresentada por populares na Esquadra Policial de que haveria um grupo de quatro homens a provocar distúrbios e a trocar agressões entre si, uma patrulha deslocou-se “imediatamente” para o local, “confirmando a veracidade dos factos denunciados”.
No exterior do estabelecimento em questão, ao tentar acalmar os ânimos, restabelecer a ordem pública, separar e identificar os agressores, um dos polícias foi “empurrado e agredido a soco e pontapé pelos indivíduos”. “Igual sorte teve um colega seu quando lhe tenta prestar auxílio”, refere a força de segurança em comunicado.
Não obstante as agressões de que foram alvo, os dois polícias, com a ajuda de outros da Esquadra de Investigação Criminal que, entretanto, se deslocaram para o local, “lograram mesmo efectuar a detenção de três dos quatro agressores”.
“O quarto suspeito não foi possível ser detido na altura dos factos, por ter conseguido colocar-se em fuga para parte incerta. No entanto, estão já em curso diligências para o localizar e proceder à sua identificação”, acrescenta a PSP.
Os detidos, com idades compreendidas entre os 18 e os 21 anos, serão hoje conduzidos ao Tribunal Judicial da Comarca de Portalegre para efeitos de primeiro interrogatório judicial e aplicação de eventuais medidas de coacção.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Nuno Barraco
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Raide Hípico de Santa Eulália homenageia cavaleiro Jaime Magarreiro

O Raide Hípico de Santa Eulália “Luís Tello Barradas”, prova organizada pela Associação Hu…