As estruturas de Elvas do PSD e do CDS-PP assinalaram o 14 de Janeiro, data “tão importante para a cidade”, com a elaboração de um comunicado conjunto, intitulado “Olhar o futuro com o passado na memória”.
De acordo com os dois partidos, “Elvas recorda hoje os seus heróis que neste mesmo dia, em 1659, marcharam contra o inimigo”, sendo que “Portugal está cheio de semelhantes histórias que demonstram o verdadeiro carácter do seu povo, mas nenhuma toca tanto os elvenses como a Batalha das Linhas de Elvas, acontecimento de importância incomparável na defesa da independência do País e na liberdade dos portugueses”.
“Como naquele dia, também hoje os elvenses enfrentam um inimigo, mais silencioso, mas também mais mortal. Há 362 anos os elvenses aguentavam o cerco espanhol ‘refugiados’ no interior da cidade, assim como hoje enfrentamos nós um cerco pandémico ‘refugiados’ nas nossas casas”, pode ler-se no documento.
No comunicado é ainda referido que “o CDS-PP e o PSD estão com todos os elvenses que, como os heróis de antigamente, preparam as suas melhores armas para resistir às dificuldades que se avizinham”. “É nos momentos difíceis que Portugal prova o seu valor e que os elvenses demonstram a sua coragem e determinação em defender os seus e o que é seu”, acrescentam os partidos.
“Sabemos que em Portugal a palavra esperança nos corre nas veias e que por isso nos permite acreditar num amanhã melhor. O PSD e o CDS-PP dão hoje a mão a todos os elvenses. A caminhada por um futuro melhor é feita em conjunto”, concluem as estruturas locais.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Nuno Barraco
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Elvas: Lar da Boa-Fé em construção

A obra de construção do lar da Boa-Fé, no edifício onde já funciona o Centro de Dia Antóni…