Para os estudantes do IPP, o ano letivo começou há pouco menos de um mês, mas o clima de incerteza motivado pela pandemia agrava-se ainda mais pelo facto de até agora não terem sido atribuídas todas as bolsas de estudo. A demora dos resultados é normal, e não deveria ser, mas os alunos nunca precisaram tanto desta prestação pecuniária como este ano e há muitos que ainda aguardam informações.

A quebra de receitas de muitas famílias e as alterações às regras do Regulamento das Bolsas de Estudo são a explicação para que o número de candidatos à bolsa tenha subido para 98mil. É sabido que o numero de bolseiros irá aumentar, pois todos os candidatos com menos de 8962€ per capita no seu agregado familiar estão abrangidos segundo as novas regras de candidatura e, para além disso, o valor da bolsa é de pelo menos 871 € e os alunos podem assim amealhar algum dinheiro para outras despesas visto que o valor das propinas para o ano letivo de 2020/2021 baixou de 871 € para 697 €. Para o alojamento há também uma ajuda financeira de 219 € para os alunos deslocados em Portalegre (todos os valores podem ser analisados no site da DGES).

Os alunos do Politécnico de Portalegre podem ainda candidatar-se a outra bolsa de ação social, mas esta segunda tem o objetivo de incentivar e apoiar a frequência do ensino superior em regiões onde a procura é menor e por isso é destinada, por exemplo, a quem escolheu Portalegre para estudar. O Programa +Superior tem um montante de 1700€ para atribuir a cada aluno e a região do Alentejo teve um reforço de 11%, contando agora com 450 bolsas disponíveis para este ano letivo.

Todas estas informações indicavam que os estudantes teriam um ano mais desafogado, mas infelizmente ainda temos muitas pessoas à espera deste apoio social que faz tanta falta para cobrir as despesas de alojamento, alimentação, deslocações, propinas, material escolar e gastos pessoais… várias despesas pesadas para os agregados familiares que estão cada vez mais fracos financeiramente.

Espera-se apenas a resolução mais breve possível deste assunto e que a ajuda monetária venha a ajudar muitos alunos e as suas famílias e, desta maneira, obter os melhores resultados.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
  • O grande problema

    O facto de estarmos a passar por uma pandemia não é motivo para abordarmos sempre o mesmo …
  • Alforreca fresquinha, são servidos?

    A dependência de recursos naturais finitos é sem dúvida um dos maiores problemas que a Hum…
  • A troca das princesas no Caia

    Quando se investiga sobre a história local fica-se com a noção clara da importância de Elv…
Carregar mais artigos em Opinião

Veja também

Morreu Amilcar Trindade, comerciante da emblemática papelaria Nova Elvense

Amilcar Trindade, comerciante na emblemática papelaria "Nova Elvense", morreu hoje, aos 66…