A PSP procedeu, na manhã de sexta-feira, dia 30 de Outubro, ao cumprimento de mandados de busca domiciliária em quatro residências do Centro Histórico de Elvas.
O processo em investigação, que decorria há seis meses, é referente a crimes contra o património, informou a força de segurança.
As diligências realizadas resultaram na detenção de um homem, com 22 anos de idade, na identificação e constituição de arguido de um outro indivíduo do sexo masculino, com 17 anos de idade, e na identificação de um menor ao abrigo da Lei Tutelar Educativa.
Todos os indivíduos foram restituídos à liberdade, aguardando os trâmites legais do processo.
Na operação, em que estiveram empenhadas quatro equipas de investigação criminal e uma equipa de intervenção rápida, foram recuperados diversos objectos, sob os quais “existem fundadas suspeitas de terem sido furtados”, nomeadamente sete telemóveis, uma televisão, uma coluna de som, um computador portátil, um tablet e duas carteiras.
Foram ainda apreendidos cautelarmente um passa-montanhas, um par de luvas, uma arma branca e sete bastões de equitação, susceptíveis de serem utilizados como arma de agressão.
Sobre este material suspeito, a PSP vai encetar diligências no sentido de proceder à identificação dos lesados para que os bens agora recuperados lhes sejam restituídos.
Com esta operação policial, a força de segurança conta, igualmente, “reforçar o sentimento de segurança à população elvense, mantendo a sua atenção e actuação de âmbito preventivo no que se refere à ocorrência de crimes contra o património e contra as pessoas, procedendo à identificação dos autores dos furtos, recuperação do material furtado e posterior restituição dos bens aos seus proprietários”.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Nuno Barraco
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Covid-19: Campo Maior com mais nove pessoas recuperadas

Nas últimas 24 horas não se registaram novos casos de pessoas infectadas com Covid-19 no c…