Os dois cemitérios da cidade de Évora vão estar abertos entre sábado e segunda-feira, mas com várias regras devido à pandemia de covid-19, como um máximo de 80 pessoas em simultâneo em cada um.
As visitas aos cemitérios dos Remédios e do Espinheiro vão ser permitidas “ao número máximo de 80 pessoas em simultâneo”, em cada um, revelou a Câmara de Évora, em dados disponibilizados à agência Lusa.
“Recomenda-se que o bom senso prevaleça e que a duração da visita ao cemitério tenha o tempo estritamente necessário à homenagem e/ou oração junto dos seus entes queridos, fixando-se um máximo de 30 minutos por visitante”, determinou também o município.
Para este período entre sábado e segunda-feira, que engloba os dias de Finados e dos Fiéis Defuntos, o horário de funcionamento dos dois cemitérios urbanos deste concelho alentejano foi alargado e vai ser ininterrupto, “entre as 08:00 e as 17:00, por forma a facilitar uma maior fluidez das visitas”.
O encerramento das casas de banho, “por motivos de saúde pública”, e a proibição de ajuntamentos de mais de cinco pessoas, excepto se forem coabitantes, no interior e nas imediações dos cemitérios, são outras das medidas adoptadas.
“Nas imediações dos cemitérios será permitida a habitual exposição e venda de flores, devidamente licenciada e organizada, cumprindo as mesmas regras sanitárias dos outros mercados temporários já em funcionamento na cidade”, definiu a autarquia.
O uso obrigatório de máscara facial, o afastamento físico de dois metros (excepto para coabitantes), o cumprimento da etiqueta respiratória ou a desinfecção das mãos à entrada e à saída dos cemitérios, que vão ter circuitos diferenciados de entrada e saída, são regras básicas de segurança em vigor.
A autarquia informou ainda que deve ser evitada a partilha de materiais e utensílios de limpeza das campas e jazigos e que os visitantes com sintomatologia compatível com a covid-19 não se devem deslocar ao cemitério.
No que toca aos cemitérios rurais do concelho de Évora, o município esclareceu que “compete a cada junta de freguesia decidir da abertura ou não” desses espaços.
Se as juntas de freguesia optarem por abrir esses cemitérios, “recomendamos uma lotação de 20 pessoas em simultâneo, utilizando as mesmas regras sanitárias que estão propostas para os urbanos”, decidiu a câmara municipal.

RRL // ROC
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Covid-19

Veja também

Morreu Amilcar Trindade, comerciante da emblemática papelaria Nova Elvense

Amilcar Trindade, comerciante na emblemática papelaria "Nova Elvense", morreu hoje, aos 66…