A edição deste ano da Baja Portalegre 500 vai decorrer sem público devido à pandemia de covid-19, segundo o plano de contingência apresentado pelo Automóvel Clube de Portugal (ACP), promotor da corrida, aprovado pelas autoridades sanitárias.
No plano, disponível no sítio na Internet do evento, que decorrerá no Alentejo, entre 5 e 7 de Novembro, é referido que “não será permitido” público na prova.
“Este ano, num esforço único, o ACP vai transmitir o maior número de horas da Baja de Portalegre através das plataformas digitais da prova, com classificações e directos de vários momentos e locais da mesma”, lê-se no documento.
O ACP refere que os elementos da organização vão estar equipados com máscara e viseira e que vão ser realizados testes ao novo coronavírus nas 96 horas que antecedem a corrida aos elementos da organização que contactem com os concorrentes, bem como a todos os elementos que utilizam o edifício onde vai funcionar o secretariado da prova.
Do conjunto de medidas apresentadas, o ACP explica ainda que foi “cancelada” a cerimónia de partida, que decorria habitualmente na noite de quinta-feira [5 de Novembro], no centro de Portalegre.
 O ‘briefing’ entre o director da prova e concorrentes foi igualmente cancelado, sendo este ano distribuído em papel nas verificações administrativas e disponibilizado no sítio da prova na Internet.
Além da distribuição de máscaras [duas por equipa], o ACP anuncia que está a “estudar” uma alternativa para a cerimónia de entrega de prémios.

HYT // RPC
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Desporto

Veja também

Portalegre: Jovem detido por suspeita de vários crimes

Um homem, de 23 anos, foi hoje detido, em Portalegre, por suspeita da prática dos crimes d…