Os utentes do Centro de Saúde de Borba estão hoje a ser encaminhados para unidades de saúde em Évora e Vila Viçosa, confirmou a diretora executiva do Agrupamento de Centros de Saúde do Alentejo Central (ACES).
Em declarações à agência Lusa, Maria do Céu Canhão especificou que os utentes que necessitem de “cuidados de enfermagem podem deslocar-se ao Centro de Saúde de Vila Viçosa” e que as “situações mais agudas” terão de ser atendidas no Hospital do Espírito Santo de Évora”.
“A partir de amanhã [sábado], reabre o Serviço de Urgência Básica (SUB) e a Área Dedicada às Doenças Respiratórias (ADR) de Estremoz, pelo que podem recorrer também a essas unidades. Os casos de enfermagem também podem continuar a recorrer ao centro de Vila Viçosa”, adiantou a responsável.
O Centro de Saúde de Borba, no distrito de Évora, está encerrado desde quinta-feira, depois de se confirmar que “um assistente técnico da Unidade de Saúde Familiar (USF)” daquela unidade está infetado com o novo coronavírus que provoca a covid-19.
“Todos os outros profissionais da USF e da UCC [Unidade de Cuidados na Comunidade] estiveram em contacto com esse profissional e por determinação da autoridade de saúde o centro foi encerrado”, explicou Maria do Céu Canhão.
Neste momento, os 20 profissionais estão “todos em isolamento” enquanto aguardam pela decisão da autoridade de saúde para serem testados.
O Centro de Saúde de Borba vai ser descontaminado, estando já a ser encetados contactos nesse sentido, mas a data de reabertura vai depender da quarentena, uma vez que ficou sem profissionais disponíveis para funcionar.
Também em Borba, e no concelho vizinho de Vila Viçosa, as escolas encerraram hoje até nova avaliação, devido à situação epidemiológica, por recomendação da Autoridade de Saúde local e com a autorização da diretora-geral da Saúde, mas a diretora executiva do ACES rejeita que a situação esteja descontrolada.
“Não está. As escolas fecharam por prevenção, enquanto está a decorrer a avaliação epidemiológica, para não haver transmissão e controlar os surtos mais rapidamente”, sustentou Maria do Céu Canhão.
O vereador da Câmara de Borba Quintino Cordeiro disse hoje aos jornalistas em conferência de imprensa, que existem no concelho 36 casos ativos de infeção, de acordo com os dados mais recentes da Autoridade de Saúde Pública local, embora os dados da Direção-Geral da Saúde indiquem 24.
Portugal contabiliza pelo menos 2.245 mortos associados à covid-19 em 109.541 casos confirmados de infeção, segundo o mais recente boletim da Direção-Geral da Saúde, de quinta-feira.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por João Alves e Almeida
Carregar mais artigos em Covid-19

Veja também

Plátano do Rossio Eleito “Árvore Portuguesa do Ano 2021”

Plátano do Rossio Eleito Árvore Portuguesa do Ano 2021 …