A Escola Básica de São Romão, concelho de Vila Viçosa, encerrou hoje por um aluno estar infetado com covid-19, situação que está relacionada com o surto em valências da Misericórdia da vila, disse o vice-presidente do município.
O vice-presidente da Câmara de Vila Viçosa, Luís Nascimento, indicou à agência Lusa que o encerramento da escola levou ao confinamento de professores, auxiliares e dos restantes alunos do estabelecimento de ensino, que vão ser testados à covid-19.
O autarca referiu ainda que na quarta-feira não vão ser fornecidos almoços aos alunos das escolas do concelho, por ter sido “confirmado um [outro] caso positivo de covid-19” na cozinha do Agrupamento de Escolas de Vila Viçosa.
Luís Nascimento referiu ainda que há cerca de 50 pessoas infetadas com covid-19 no concelho no âmbito deste surto, na maioria utentes de valências da Misericórdia, funcionários da instituição e familiares, assim como outras pessoas da comunidade, de acordo com os dados indicados ao município pela Autoridade de Saúde local.
As pessoas infetadas, segundo o autarca, residem em Vila Viçosa, Bencatel, São Romão e Pardais, no concelho de Vila Viçosa, no distrito de Évora.
O vice-presidente do município explicou que o hospital de retaguarda, no antigo Centro de Saúde de Vila Viçosa, foi validado pela Autoridade de Saúde local e a Comissão Municipal de Proteção Civil deu parecer favorável, permitindo a eventual transferências de pessoas relacionadas com este surto para aquele espaço.
O município, de acordo com o autarca, já contactou com a Segurança Social para ativar as brigadas de intervenção rápidas no sentido de superar a falta de recursos humanos.
Cinco idosos – quatro mulheres e um homem – infetados com covid-19, relacionados com este surto, estão internados no hospital de Évora, disse fonte hospitalar.
A fonte do Hospital do Espírito Santo de Évora indicou à Lusa que os idosos, com idades entre os 86 e os 90 anos, estão internados em enfermaria covid.
Segundo o provedor da Santa Casa da Misericórdia, Jorge Rosa, a primeira pessoa que testou positivo à doença provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 foi uma funcionária do Centro de Dia de Bencatel, que, após confirmação, deu origem aos testes realizados na quarta-feira.

TCA // ROC
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Covid-19

Veja também

IP2 cortado junto a Alpalhão devido a colisão com cinco veículos

O Itinerário Principal 2 (IP2) está cortado nos dois sentidos perto de Alpalhão, Portalegr…