A Distrital de Portalegre do CDS-PP alertou o Governo português que no Alto Alentejo há muitas zonas onde será impossível utilizar a aplicação StayAway Covid, já que a cobertura de rede não permite a utilização de dados móveis.
Recorde-se que a app foi desenvolvida para permitir um mais eficiente rastreio da Covid-19 em Portugal e o Governo pretende reverter o carácter voluntário que teria sido decidido para a utilização da mesma, impondo a sua instalação e utilização sob pena de se estar sujeito a multas até 500 euros caso não se cumpra a ordem do Estado.
O CDS-PP, através da voz do seu presidente, Francisco Rodrigues dos Santos, propôs uma solução para a fraca cobertura de rede no interior do País, defendendo a introdução da obrigação de roaming em zonas de baixa densidade, ou seja, podendo numa zona sem cobertura de rede de uma empresa de telecomunicações, o telemóvel de um utilizador captar a rede de outra operadora em território nacional.

Proposta essa que foi chumbada com os votos contra do PS, BE, PCP, PAN e Verdes, no passado dia 16. A medida, defendida também pela Autoridade Nacional de Comunicações, juntava-se a outras soluções avançadas pelo CDS-PP para a resolução do problema da fraca cobertura de rede em zonas de baixa densidade populacional, como o faseamento do pagamento por parte dos operadores, em função de uma prioridade nos investimentos realizados no interior do País, onde existem hoje maiores dificuldades de cobertura.
A estrutura distrital de Portalegre do CDS-PP lamentou, “mais uma vez, a insignificância atribuída pela esquerda a quem vive longe de Lisboa, condenando o território a menos atractividade para empresas, serviços e famílias”.
O presidente da estrutura centrista, Nuno Serra Pereira, deixou a seguinte questão: “Como pode o Estado obrigar os portugueses que não têm rede para fazer uma chamada a descarregar uma aplicação?”.
“Ter um Governo preocupado em obrigar os portugueses a utilizar uma aplicação sem nunca ter tomado medidas para garantir a qualidade de comunicação da sua população é hipocrisia política”, acrescentou.
De acordo com o partido, “mais uma vez, agora a reboque da tecnologia 5G, Portugal virou as costas ao interior, mas o CDS-PP jamais esquecerá a vida de quem está longe da capital”. “O Governo quer que o interior descarregue a sua aplicação? Então o interior precisa de rede”, concluiu.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Nuno Barraco
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Controlo nas fronteiras vai ser prolongado até 16 de Março

O controlo nas fronteiras entre Portugal e Espanha vai ser prolongado até 16 de Março, seg…