A barragem do Pisão, no Crato, vai receber 171 milhões de euros no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência, segundo o esboço entregue quinta-feira, 15 de outubro, pelo Governo na União Europeia.
De acordo com o documento, citado pelo Jornal Económico, prevê-se que a implementação do Aproveitamento Hidráulico de Fins Múltiplos do Crato (Barragem do Pisão), considerada uma garantia de reserva estratégica de água, “poderá constituir uma alternativa de abastecimento público e permitir o estabelecimento de novas áreas de regadio”.
No documento pode ler-se que é inteção “associar a esta intervenção um sistema de resposta integrada exigido por situações de risco, em particular para enfrentar situações de seca extrema e para reduzir a probabilidade de ocorrência de cheias”.
Este projeto envolve a construção de uma central fotovoltaica de 150 megawatts flutuante, com os painéis a ficarem instalados no espelho de água da albufeira, com uma produção útil acima dos 250 gigawatts hora anuais.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Região

Veja também

Covid-19: Sobe para quatro total de mortes no surto ligado à Misericórdia de Vila Viçosa

O número de vítimas mortais do surto de covid-19 associado a valências da Misericórdia de …