A ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil, Tereza Cristina e a ministra da Agricultura de Portugal, Maria do Céu Antunes, visitaram ontem, 13 de Outubro, o Porto de Sines.
Da comitiva fazia também parte o secretário de Estado Adjunto e das Comunicações, Hugo Mendes, e o secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias.

Esta visita inseriu-se no programa oficial da governante brasileira a Portugal e enquadrou-se na estratégia de promoção e desenvolvimento do Porto de Sines e das áreas logísticas e industriais adjacentes para o agronegócio. Com efeito, as novas dinâmicas do mercado internacional, em que o Brasil assume uma importância cada vez maior, fazem que seja cada vez mais importante rever o circuito logístico da agroindústria na Europa.

A utilização de um porto de águas profundas no sul do continente, possibilita, por um lado, operações de transbordo para o norte de África, o Mediterrâneo e a própria Europa atlântica e, por outro lado, a instalação em Sines, em condições muito competitivas, de projetos de cariz industrial e/ou logístico que acrescentem valor na cadeia logística agroalimentar.

Com o elevado potencial oferecido pelo Terminal Multipurpose  de Sines, associado à disponibilidade de serviços de linha regular garantidos pelo Terminal de Contentores, ao que se junta a disponibilidade de áreas para instalação de projetos de agroindústria no porto e na ZILS, o poro de Sines pode afirmar-se como um novo hub Europeu de agronegócio. Este porto de água profundas pode assim ser um ponto estratégico para o comercio e agroindústria internacional, onde o Brasil é um potencial parceiro estratégico.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Portugal regista mais 15 mortos e 1.876 infectados. Alentejo com 87 novos casos e duas mortes

Portugal contabiliza hoje mais 15 mortos relacionados com a covid-19 e 1.876 casos confirm…