Portugal contabiliza hoje mais 13 óbitos relacionados com a covid-19 e 734 novos casos de infeção com o novo coronavírus, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).           
Desde o início da pandemia, Portugal já registou 2.018 mortes e 79.885 casos de infeção, estando hoje ativos 27.413 casos, mais 474 casos do que no domingo.
A DGS indica que das 13 mortes registadas, sete ocorreram na região de Lisboa e Vale do Tejo, onde também se verifica o maior número de infeções, três na região Norte, duas na região Centro e uma no Alentejo.
Relativamente aos internamentos hospitalares, o boletim revela que nas últimas 24 horas há mais 19 internados em enfermarias e mais um nos cuidados intensivos relativamente a domingo.
No total, há 701 doentes internados em enfermaria e 106 em Unidades de Cuidados Intensivos, de acordo com o relatório da situação epidemiológica da covid-19 em Portugal.
O boletim refere ainda que as autoridades de saúde têm em vigilância 46.272 contactos, menos 76 em relação a domingo, e que 247 doentes foram dados como recuperados.
Desde o início da pandemia em Portugal, em março, já recuperaram da doença 50.454 pessoas.
Na região de Lisboa e Vale do Tejo foram notificados mais 356 novos casos de infeção, contabilizando a região 40.600 casos e 796 mortes.
A região Norte regista hoje mais 298 novos casos de infeção por SARS-CoV-2, totalizando 28.882 e 896 mortos desde o início da pandemia.
Na região Centro registaram-se mais 45 casos, contabilizando 6.468 casos e 267 mortos.
No Alentejo foram registados mais seis casos de infeção, totalizando 1.572 e 25 mortos.
A região do Algarve tem hoje notificados mais 25 casos, somando 1.832 situações de infeção e mantém os 19 mortos.
Na Região Autónoma dos Açores foi registado mais um caso nas últimas 24 horas, somando 285 infeções e 15 mortos desde o início da epidemia.   
Na Madeira, foram registados mais três casos, contabilizando 246 infeções, sem registo de óbitos até hoje.
Os casos confirmados distribuem-se por todas as faixas etárias, situando-se entre os 20 e os 59 anos o registo de maior número de infeções. A faixa etária 40 e os 49 é a que regista o valor mais elevado.
O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 36.223 homens e 43.662 mulheres, de acordo com os casos declarados.
Do total de vítimas mortais, 1.010 eram homens 1.008 mulheres.
O maior número de óbitos continua a concentrar-se nas pessoas com mais de 80 anos.
O boletim de hoje divulga o número de casos por concelhos, sendo Lisboa o que continua a apresentar mais infeções (6.965), seguido de Sintra (5.804), Loures (3.357) e Amadora (3.149).
O concelho de Vila Nova de Gaia regista 2.421 infeções por SARS-CoV-2, Odivelas 2.366, Cascais (2.177), Porto (1.957), Oeiras 1.828, Vila Franca de Xira 1.713, Matosinhos 1.570, Almada 1.393 e o Seixal 1.316, precisa o relatório da situação epidemiológica da covid-19 em Portugal.
A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão e trinta mil mortos e mais de 35,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.
A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.
Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

HN // EL
Lusa

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Covid-19

Veja também

Borba, Vila Viçosa, Redondo e Estremoz entre os concelhos com dever de recolhimento e teletrabalho obrigatório

Cento e vinte e um municípios vão ficar abrangidos, a partir de quarta-feira, pelo dever c…