O incêndio que deflagrou na quarta-feira numa exploração pecuária no concelho de Ferreira do Alentejo, distrito de Beja, provocou a morte de cerca de mil leitões, disse hoje à agência Lusa fonte da GNR.
“Não há indícios de crime e tudo indica que a causa do incêndio foi um curto-circuito”, ocorrido nas instalações para suínos da exploração pecuária, situada no Monte Cardim, junto à vila de Ferreira do Alentejo, acrescentou a fonte da GNR.
Conforme disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja, o incêndio também provocou ferimentos noutros leitões, além de danos nas instalações.
O alerta para o incêndio foi dado às 19:53 e o combate às chamas envolveu 37 operacionais apoiados por 12 viaturas dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, Beja e Aljustrel e da GNR, disse a fonte do CDOS.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Polícia Judiciária detém suspeito de pornografia de menores em Évora

A Polícia Judiciária (PJ) anunciou a detenção, em flagrante delito, de um homem de 56 anos…