Portugal tem 285 surtos ativos, a maioria na região Norte (129), seguida de Lisboa e Vale do Tejo (90), disse hoje a ministra da Saúde, Marta Temido.
 Há ainda 27 surtos ativos na região Centro, 24 no Algarve e 15 no Alentejo, adiantou Marta Temido na conferência de imprensa de atualização de informação relativa à infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, que provoca a covid-19.
Segundo Marta Temido, o RT, risco efetivo de transmissibilidade, para o período de 14 a 18 de setembro, está estimado em 1.11, o que significa “uma ligeira redução” face a dados anteriores.
Contudo, ressalvou: “Como todos já aprendemos ao longo desta pandemia, há também uma indicação de que este RT tem de ser lido ao mesmo tempo que se lê o número de novos casos, e o número de novos casos médio nos últimos dias é elevado, nestes dias em concreto, foi de 725 novos casos”.
Portugal regista hoje mais três mortos relacionados com a covid-19 e 802 novos casos de infeção, 62% dos quais “têm já ligação epidemiológica identificada”, sublinhou.
Relativamente às três mortes, que foram registadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, a ministra afirmou que traduzem numa taxa de letalidade global de 2,7% e numa taxa de letalidade acima dos 70 anos de 14%.
Segundo os dados de hoje do boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde, há mais 25 doentes internados, num total de 571, e mais sete nos cuidados intensivos, totalizando 77.
Para dar “uma noção” da utilização neste momento dos serviços de saúde, Marta Temido recordou que o dia em que houve mais doentes internados na primeira fase da pandemia foi no início de abril, com cerca de 1.300 doentes internados e 270 em unidades de cuidados intensivos.
Aludindo à taxa de incidência a sete dias e a 14 dias, dois indicadores que se costumam utilizar quando se compara o país em termos internacionais, a ministra indicou que a sete dias é de 47 novos casos por 100 mil habitantes e a taxa de incidência a 14 dias é de 86,28 casos por 100 mil habitantes.
A pandemia de covid-19 já provocou mais de 971 mil mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 1.928 em Portugal.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Covid-19

Veja também

Covid-19: Fecho provisório de escolas em Vila Viçosa e Borba aceite para “quebrar” contágio

O fecho provisório das escolas de Vila Viçosa e Borba, determinado pela Autoridade de Saúd…