A procura por parte das empresas e entidades da economia social pelos apoios à criação de emprego através do Programa +CO3SO, dinamizado pelos Grupos de Acção Local (GAL), ultrapassou, logo na primeira fase, as dotações disponíveis.
No que diz respeito ao território de intervenção do GAL ADER-AL (concelhos de Arronches, Campo Maior, Castelo de Vide, Crato, Elvas, Marvão, Monforte, Nisa, Portalegre e Sousel), foram abertos, em 15 de Julho, dois avisos de candidaturas, que tiveram uma grande procura pelos actores do território.
No aviso do +CO3SO Empreendedorismo Social foram submetidas oito candidaturas, envolvendo um apoio de cerca de 582 mil euros e implicando a criação de 17 postos de trabalho no sector da economia social.
Já no caso do +CO3SO Emprego Interior, a dotação revelou-se claramente insuficiente para abarcar as 125 candidaturas submetidas nesta fase, que totalizaram uma proposta de apoio de quase 15 milhões de euros, alavancando a criação de 281 postos de trabalho neste território rural.
Será agora iniciada a análise das candidaturas pela equipa técnica da ADER-AL, com a convicção de que “os bons projectos (os que cumprem com os requisitos necessários para um parecer favorável) não deixarão de ver apoiados os postos de trabalhos a que se propõem criar, apesar das difíceis circunstâncias que a nossa economia atravessa, assim a tutela reforce a dotação dos avisos, dando cumprimento à sua intenção de incentivo à retoma da economia”.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Nuno Barraco
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Covid-19: Extremadura bate recorde diário de novos infectados

A Extremadura registou, nas últimas 24 horas, 425 novos casos de pessoas infectadas com Co…