O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) fiscalizou diversos estaleiros de obras no concelho de Alandroal, relativos à construção da linha férrea entre Évora e Elvas, na quinta-feira, mas não detectou irregularidades.
Na operação, intitulada “Dust to Dust”, realizada em conjunto com Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) e a Segurança Social (SS), foram identificadas 71 pessoas, das quais 24 de nacionalidade estrangeira.
“No que diz respeito à situação documental dos cidadãos estrangeiros, não foram detectadas irregularidades”, disse o SEF, explicando que a acção, na zona de Alandroal e Juromenha, no mesmo concelho, envolveu 17 inspectores do organismo, bem como elementos da ACT e da SS.
O principal objectivo foi o combate ao crime de tráfico de pessoas na vertente de exploração laboral, estando a operação integrada numa “JAD – Joint Action Day – Labour Exploitation”, uma acção conjunta prevista para esta semana em todos os Estados Membros da União Europeia, sob a coordenação da Europol.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Portugal volta a bater recorde diário de casos com 3.669 novos infectados. Alentejo tem mais 96 e dois mortos

Portugal regista hoje 3.669 novos casos de infecção com o novo coronavírus, o valor diário…