A Proteção Civil colocou hoje em estado de alerta especial nível vermelho os distritos de Beja, Castelo Branco, Évora, Faro, Guarda, Leiria, Portalegre, Setúbal e Santarém devido ao elevado risco de incêndio.
Os distritos de Beja e Faro já estavam hoje em estado de alerta especial de nível vermelho (o mais grave de uma escala de quarto) e que se destina ao nível de prontidão máximo de todos os agentes de proteção civil e do dispositivo de combate a incêndios.
Em comunicado, a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) refere que estes nove distritos vão estar em alerta vermelho entre as 00:00 e as 23:59 de domingo devido à “persistência de tempo quente e seco com agravamento nos índices de risco de incêndio rural para muito elevado e máximo para grande parte do território nacional”.
Segundo a ANEPC, os distritos de Aveiro, Braga, Bragança, Coimbra, Lisboa, Porto, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu vão permanecer em estado de alerta especial de nível laranja.
Portugal continental está em situação de alerta devido ao risco de incêndio florestal até às 23:59 de domingo.
Durante este período é proibido a realização de queimas e queimadas e o uso de fogo de artifício ou de outros artefactos pirotécnicos, e são proibidos o acesso, a circulação e a permanência em espaços florestais “previamente definidos nos planos municipais de defesa da floresta contra incêndios”, bem como a proibição da caça e a realização de trabalhos nos espaços florestais com recurso a qualquer tipo de maquinaria.
A situação de alerta implica ainda o reforço da prontidão dos meios e dos agentes que participam nas operações de prevenção e combate a incêndios rurais e a ativação das estruturas de coordenação, quer de nível nacional, quer nos distritos onde esta declaração se aplica.
Entretanto, o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) divulgou uma nota onde alerta para a “persistência do tempo quente e seco”, devido à “influência de uma massa de ar proveniente do norte de África, com impacto no risco de incêndio, que será elevado a máximo”.
A temperatura máxima vai continuar elevada (entre os 30 e 38ºC), com emissão aviso amarelo de tempo quente para 11 distritos e, em muitos locais, a temperatura mínima vai variar entre 20 e 23ºC, “ou seja, preveem-se noites tropicais”, indicou o IPMA.
O vento vai intensificar na região sul e terras altas durante a noite de sábado para domingo, com rajadas até 80 quilómetros por hora, acrescentou.
Além disso, o céu vai ainda apresentar períodos de maior nebulosidade, especialmente a partir de domingo, antecipando uma mudança da situação meteorológica que vai trazer precipitação na segunda-feira e descida de temperatura.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Pedro Trindade Sena
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Elvas: PSP detém homem com dinheiro e várias doses de droga

Um homem, de 31 anos, foi detido pelo crime de tráfico de estupefacientes ao ser surpreend…