A Direção-Geral do Património Cultural abriu um novo procedimento de ampliação da classificação do Terreiro da Batalha de Montes Claros, que é monumento nacional desde 2012 e está situado no concelho de Borba, distrito de Évora. 
O anúncio, publicado hoje em Diário da República, indica que, sob proposta da Direção Regional de Cultura do Alentejo, foi determinada a abertura de um procedimento de ampliação da classificação do Terreiro da Batalha de Montes Claros, nas herdades de Travassos e Nogueiras e nas herdades da Fuseira e Álamo, freguesia de Rio de Moinhos.
A Batalha de Montes Claros, decisiva na Guerra da Restauração, ocorreu em 17 de junho de 1665, perto de Borba, quando as tropas portuguesas derrotaram o exército espanhol, tornando-se fundamental para a assinatura do acordo de paz entre Portugal e Espanha, estabelecido em 1668.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Destaque Principal

Veja também

Nova empresa luso-brasileira lançada em Évora para “revolucionar” agrofloresta

O CEiiA - Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto e a brasileira ELIO “uniram-se…