A Guarda Nacional Republicana (GNR) realizou hoje acções de fiscalização ao campismo selvagem e caravanismo ilegal e detectou 79 pessoas em situação ilegal ou irregular em Santiago do Cacém e Comporta, no litoral alentejano.
Em comunicado, o Comando Territorial de Setúbal da GNR adiantou que as acções, inseridas na operação “Verão Seguro 2020”, decorreram nas áreas protegidas do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, Reserva Natural das Lagoas de Santo André e da Sancha e Península de Tróia.
“Foram identificadas 79 pessoas e elaborados 79 autos de contra-ordenação” durante as acções que tiveram como objectivo “fiscalizar a prática de campismo e caravanismo em situação ilegal ou irregular nestas áreas protegidas”, acrescentou a força de segurança.
Na operação participaram ainda elementos da Secção de Prevenção Criminal e Policiamento Comunitário (SPC), militares dos postos territoriais de Sines e Santo André da GNR, vigilantes do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e da Unidade de Controlo Costeiro (UCC) de Sines, no distrito de Setúbal.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Pedro Trindade Sena
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Elvas sem novos infectados por covid-19

O concelho de Elvas não contabilizou, nas últimas 24 horas, quaisquer novos casos de pesso…