A Polícia Judiciária (PJ) apreendeu 400 quilos de cocaína num contentor proveniente do Brasil e descarregado no porto de Sines, detendo seis alegados elementos de uma rede internacional de tráfico de droga, informou hoje aquela autoridade.
Em comunicado, a PJ explica que a droga era suficiente para quatro milhões de doses individuais e foi apreendida na terça-feira após uma investigação iniciada em finais de Abril, no âmbito da operação com o nome de código “Vento Norte”.
Os detidos são quatro espanhóis e dois portugueses, com idades entre 20 e 51 anos, e, segundo a PJ, “são tidos como figuras proeminentes na hierarquia da referida rede criminosa”.
A polícia explica que a cocaína “vinha dissimulada na carga do contentor, proveniente do Brasil e apresentava um elevado grau de pureza, sendo suficiente para produzir mais de quatro milhões de doses individuais”.
Com esta operação, a PJ acredita ter dado “um duro golpe” naquela estrutura de tráfico internacional.
A operação “Vento Norte”, desenvolvida pela Secção Regional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes da Directoria do Norte da PJ, foi articulada com a Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes e contou com a colaboração da Autoridade Tributária.
A PJ prevê apresentar os detidos ainda hoje ao Tribunal de Instrução Criminal do Porto, para primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coacção.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Nuno Barraco
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Fogos para habitação em vez de Residência de Estudantes, defende movimento

O movimento “Elvas Nosso Partido”, liderado por Rondão Almeida, defendeu quinta-feira, dia…