Nove homens, com idades entre os 30 e os 51 anos, foram hoje detidos pelo furto de 1.500 quilos de cortiça, no âmbito de uma operação que decorreu nos distritos de Santarém, Setúbal e Évora, anunciou a GNR.
De acordo com a GNR, foi ainda constituída arguida uma mulher no âmbito desta investigação, por vários crimes de furto de cortiça e máquinas agrícolas.
“Os suspeitos usavam os furtos de cortiça e de máquinas agrícolas como modo de vida, causando grandes danos para os produtores agrícolas”, destacou a GNR.
A operação decorreu nos distritos de Santarém, Setúbal e Évora, nomeadamente nos concelhos de Coruche, Salvaterra de Magos, Benavente, Montijo, Mora e Alcochete, dando cumprimento a 24 mandados, dos quais nove mandados de detenção, 12 de buscas em residências e armazéns e três em veículos.
As autoridades apreenderam 1.500 quilos de cortiça, oito automóveis, um tractor agrícola, 550 euros, nove telemóveis e diverso material informático, bem como várias ferramentas manuais e utensílios, nomeadamente 18 machados para extracção de cortiça, seis tesouras para corte de ferro e uma balança para pesagem de cortiça.
Foram ainda apreendidas aos suspeitos quatro armas de fogo, três pistolas de alarme (uma delas transformada) e 589 cartuchos e munições de vários calibres.
Segundo a GNR, os nove detidos já tinham antecedentes criminais relacionados com furtos e serão hoje presentes ao Tribunal Judicial de Santarém.
Esta operação envolveu 78 militares da GNR dos Comandos Territoriais de Santarém, Setúbal e da Unidade de Intervenção (UI).

  • Prisão preventiva para cinco detidos por furto de cortiça

    Cinco dos nove homens detidos na quinta-feira pelo furto de 1.500 quilos de cortiça, no âm…
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Pedro Trindade Sena
Carregar mais artigos em Actual

Veja também

Dois jovens apanhados a furtar veículo em Ponte de Sor

Dois jovens, de 16 e 18 anos, foram surpreendidos hoje, em Ponte de Sor, em flagrante a fu…