A criação de um espaço expositivo e uma acesso pedonal à muralha do Castelo de Borba são as inovações mais visíveis da obra de reabilitação de um edifício e do restauro do troço que abrirá ao público quando concluída a intervenção.
As obras, cujo investimento é de cerca de 128 mil euros, montante comparticipado a 85% por fundos europeus, no âmbito do programa “Portugal 2020”, arrancaram no final do mês de Agosto.
A intervenção permitirá o acesso ao público ao troço superior da muralha do Castelo, entre a Porta do Relógio e a Porta de Estremoz, bem como a criação de um espaço expositivo que permita o conhecimento das artes e ofícios tradicionais de Borba.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Região

Veja também

Antigo autarca de Vila Viçosa eleito pelo PS declara apoio ao Chega

O antigo autarca de Vila Viçosa Luís Caldeirinha Roma, eleito como independente pelo PS, d…