A Unidade de Acção Fiscal, através do Destacamento de Acção Fiscal de Évora, apreendeu, nos distritos de Évora e Setúbal, dois milhões e 354 mil euros em material de jogo e apostas ilícitas.A operação “E-Aposta” foi o culminar de 16 meses de investigação, tendo sido cumpridos seis mandados de busca domiciliários e não domiciliários, onde foram apreendidos 3568 dispositivos de jogo ilícito do tipo “tômbola”, 13 máquinas de jogo do tipo “slot machine” e “poker”, 12 dispositivos e respectivas impressoras para apostas desportivas tipo “Placard” e 750 raspadinhas ilícitas.Decorrente da acção foi ainda constituída arguida uma empresa, assim como três indivíduos, um homem e duas mulheres, com idades compreendidas entre os 30 e os 48 anos.Os arguidos são suspeitos da prática dos crimes de fraude fiscal qualificada, exploração ilícita de apostas desportivas on-line e de jogos de fortuna e azar, estimando-se o valor dos rendimentos ilegalmente obtidos em mais de 17 milhões de euros.A acção contou com o empenhamento do Destacamento de Intervenção de Setúbal e com o apoio do Serviço de Regulação e Inspecção de Jogos (SRIJ), sendo o inquérito dirigido pelo DIAP do Seixal.

Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais artigos por Redacção
Carregar mais artigos em Região

Veja também

Motociclista de 57 anos morre em despiste no concelho de Arronches

Um homem, de 57 anos, morreu sábado, dia 24 de Setembro, na sequência do despiste do motoc…